quinta-feira, 26 de março de 2015

Reciclando e modificando bonecas para crianças brincar

Mulher australiana recicla bonecas dando a elas aparência menos sensual e mais infantil.

Descontente com a aparência das bonecas que inundavam as prateleiras,  uma australiana que gostava de brincar com bonecas, reformá-las, modificá-las, fez algo que acabou chamando a atenção do mundo todo, não só por dar vida nova as bonecas que iriam para o lixo, mas principalmente pela mudança de conceito de bonecas que ela gerava.



Elas ganham roupinhas novas, penteados novos, sardinhas, olhos mais reais, sobrancelhas de crianças normais. Principalmente deixavam de ter aquele ar de boneca sensual para dar lugar a rostinhos que se assemelham aos de meninas normais.

A reação das meninas brincando com as bonecas renovadas eram: “Essa se parece com a minha amiga Magie”; “Agora parece que elas têm a nossa idade”…

Veja algumas transformações:
(before/antes - after/depois)






Sentiu a diferença? 



Um lindo trabalho não?

Veja mais na fan page Tree Change Dolls
http://treechangedolls.tumblr.com/page/3



segunda-feira, 23 de março de 2015

10 tipos de “pessoas tóxicas” que você deve evitar de ser na vida.

Existem muitos tópicos, postagem, artigos ressaltando qualidades positivas para que a pessoa se identifique e escolha com qual mais se parece, quase nenhuma publicação chama a atenção dela para o que podemos chamar de más qualidades, as que deixam a pessoa tóxica.

Porque isso seria importante?

Admitir um erro em si, uma má tendencia ou má qualidade indica o princípio da mudança, significa que você conseguiu ver algo que não podia ver antes.
Isto já indica uma mudança, que é o aumento de sua própria percepção.

Ninguém pode mudar algo que desconhece, é a tal da pessoa que ignora sua própria personalidade ignorando também a origem de seus males. E ela ignora que ignora.

Nestes casos a própria vida procura lhe dar dicas, sinais, situações que apontam que algo precisa mudar, mas se inconsciente ela procura mudar isso nos outros.
É o tipo de pessoa tóxica que é bom evitar, isso começa perturbando no nosso humor e aos poucos tendo consequências a nossa saúde.

Mudando, a pessoa passa a ver as coisas, as outras pessoas, o mundo de forma diferente, sua vida fica muito mais bonita.

Abaixo estão 10 tipos de "pessoas tóxicas", num grau ou outro todos nós temos algum defeitinho, então porque não identificá-lo e ver como isso afeta as pessoas em nossa volta e até a nós mesmos, e o mais importante, mudar.

Se gostar deste artigo e for compartilhar aconselho não marcar ninguém.

1. Pessoas arrogantes 

Há uma grande diferença entre confiança e arrogância. Confiança inspira; arrogância intimida. Pessoas arrogantes sempre sabem mais e se sentem superiores aos outros. Elas nunca vão celebrar sua confiança, porque isso interfere na arrogância delas.

2. Pessoas vítimas
Uma das piores pessoas que você pode encontrar na sua vida são as que sempre se fazem de vítimas. Elas olham para seus próprios erros e sempre encontram alguém para culpar. Elas nunca se responsabilizam pelas vidas delas.

3. Pessoas controladoras
Elas sabem tudo e a melhor forma de fazer qualquer coisa, mas no fundo são pessoas extremamente inseguras. O problema é que enquanto você estiver rodeada por elas, você nunca terá chance de dar sua opinião ou ser escutado.

4. Pessoas invejosas
Elas nunca estão felizes com o que têm e são incapazes de ficarem felizes pelas boas coisas que acontecem com você. Elas acreditam que se alguma coisa benéfica tem que acontecer, deve ser com elas.

5. Pessoas mentirosas
Mentirosos crônicos são perigosos porque você nunca saberá no que acreditar. Você não poderá contar com as promessas deles ou suas palavras. Eles mentirão para você sobre outras pessoas e sobre outras pessoas para você.

6. Pessoas negativas
Você provavelmente deve conhecer alguém que vive irritado, ressentido, desconfiado de tudo. Negatividade destrói relacionamentos e passar tempo com pessoas assim dá a sensação de que estão sugando sua vida.

7. Pessoas gananciosas 
Muito de nossa cultura nos guia para querer mais, alcançar mais, faturar mais. Até certo ponto isso é bom, mas se torna tóxico quando alguém quer tudo – o que é seu ou dos outros –, e o processo de conquistar essas coisas se torna mais importante do que até mesmo viver.

8. Pessoas que julgam
Há uma grande diferença entre julgar com base em dados objetivos e julgar apenas para criticar. Pessoas que julgam demais são rápidas para tirar conclusões que nem sempre se provam corretas. Elas são péssimas ouvintes e comunicadoras.

9.  Pessoas fofoqueiras
Elas conversam sobre os outros sem distinguir o que é especulação e realidade. Isso é uma forma de elevá-las acima de suas inseguranças. Poucas coisas são mais destrutivas do que fofocas.

10. Pessoas sem caráter
Se uma pessoa não tem integridade ou honestidade –  trair, manipular, fofocar fazem parte de suas atitudes diárias –, haverá poucas coisas que ela não faça para conseguir o que quer.



Gostou, acha importante? compartilhe ai




sábado, 14 de março de 2015

Tetracromatismo





Tetracromatismo: o que é?

tetracromatismo pessoas tetracromatas

Tetracromatismo é uma condição rara


Durante muito tempo, acreditava-se que todas as pessoas percebiam as cores da mesma forma. Quase todos nós possuímos três tipos de cones, que são células na retina. Cada tipo de cone responde a uma frequência diferente de cor. Quando abrimos os olhos, os sinais luminosos atingem estes cones, que os transformam em sinais eletroquímicos, que por sua vez são enviados ao cérebro. O cérebro combina estes sinais para produzir a sensação que chamamos de cor.
Cada cone confere a capacidade de perceber cerca de uma centena de tons, então o número total de combinações é de pelo um milhão. Se eliminarmos um tipo de cone, ou seja, passar de tricromata para dicromata, o número de combinações cai para meros 10.000. Quase todos os mamíferos, incluindo os cães e macacos do Novo Mundo, são dicromatas.
Pessoas daltônicas possuem um defeito em um destes cones, e por isso apresentam dificuldade para distinguir entre algumas cores (como verde e vermelho, por exemplo).
Alguns animais são dotados com um “quarto cone” (como os peixes dourados e o pássaro diamante-mandarim). Esses animais provavelmente conseguem distinguir melhor as nuances entre as cores. Assim, há cerca de 20 anos, os cientistas Gabriele Jordan (Universidade de Newcastle), e John Mollon, (Cambridge), levantaram a hipótese de seres humanos conseguirem fazer isso.
Tal hipótese é baseada no fato de o cromossomo X carregar dois tipos de cones – que percebem o vermelho e o verde. Como as mulheres possuem dois cromossomos X, elas poderiam, em tese, carregar quatro cones diferentes, cada um sensível a um espectro de cores diferentes. Essa hipótese dos quatro cones que deu origem ao termo “tetracromatismo”. Em tese, ela só se aplica a mulheres, já que os homens não possuem dois cromossomos X. São as chamadas tetracromatas.
A primeira pista para a existência de tetracromatas surgiu através de um trabalho sobre alguns homens daltônicos, feito em 1948, pelo cientista holandês H. L. de Vries. Ele também testou as filhas de um dos daltônicos e descobriu que elas podiam detectar uma gama maior de tons de vermelho que a média das pessoas. Isto levou à descoberta de que, quando daltônicos tinham dois cones normais e um cone mutante, a mãe e as filhas tinham um cone mutante e três cones normais, ou seja, quatro cones.
A Dra. Jordan se interessou sobre tetracromatismo e concluiu que, tanto quanto o daltonismo é comum, o tetracromatismo também deve ser, com cerca de 12% das mulheres sendo tetracromatas. Tal estimativa nos leva a indagar: se tetracromatas são tão comuns quanto daltônicos, por que conhecemos daltônicos, mas não conhecemos tetracromatas?
O pesquisador de visão Jay Neitz, da Universidade de Washington (EUA), acredita que todas as mulheres com quatro cones têm potencial para visão tetracromática, mas precisam desenvolver ou despertar esta capacidade. “A maior parte das coisas que vemos coloridas são feitas por pessoas que estão tentando criar cores que funcionam para tricromatas. Talvez nosso mundo inteiro esteja sintonizado com o mundo dos tricromatas”, opina.

Como um tetracromata vê o mundo:


O ganho em sensibilidade – apesar de parecer ser uma habilidade extra – pode também ser uma maldição.
“Ir ao supermercado é um pesadelo. É como uma lata de lixo de cores pulando de tudo que é lado. As pessoas acham incrível que minha cor favorita seja o branco, mas isso faz sentido porque ela é pacífica e agradável aos olhos. Ainda tem bastante cor presente ali, mas elas não me agridem.” – diz Concetta Antico, professora americana, tetracromata.
tetracromata tetracromatismo
Pinturas de Concetta Antico, ressaltando a forma como ela vê as inúmeras cores. Créditos: BBC Brasil
Maureen Seaberg, uma jornalista americana tetracromata, diz que passou anos reclamando das roupas que as pessoas usavam. Ela achava que muitas pessoas não sabiam combinar bem uma saia com uma blusa, por exemplo. Ao reformar sua casa, ela rejeitou 32 tipos de tintas diferentes até achar a ideal:
“O bege era amarelado demais, e não tinha tons azuis o suficiente; o amêndoa era alaranjado demais”, conta ela. Esse tipo de descrição só confundia os seus decoradores e arquitetos.

Faça o teste e saiba se você é tetracromata:


Na imagem abaixo existem letras no centro das imagens, que só podem ser visualizadas por um tetracromata. Se você conseguir enxergá-las, provavelmente é um tetracromata.


Fontes:
http://consultadeenfermagem.com/sindromes-e-patologias/tetracromatismo/
http://hypescience.com/tetracromatismo/
http://www.megacurioso.com.br/super-humanos/36698-cientistas-encontram-mulher-que-enxerga-99-milhoes-de-cores.htm

Algumas curiosidades sobre as cores que mudarão sua forma de ver o mundo

Curiosidades sobre as cores, será que todos enxergamos as mesmas cores?

Não, quando se trata de cores é como se cada pessoa vivesse em seu próprio mundo, por exemplo onde eu enxergo azul uma outra pessoa pode ver o verde, mas damos o mesmo nome e por isso não percebemos.


Algo mais fácil de perceber é sua acuidade tonal, ou seja, sua capacidade de distinguir diferentes tonalidade de cores, para isso existem alguns testes bem simples, o primeiro é este aqui:


Quantas cores você consegue ver na figura abaixo?




De acordo com a professora norte-americana Diana Derval, especialista em neuromarketing, as nuances das cores que os seres-humanos enxergam depende do número e da distribuição de cones (receptores de cor) no nosso olho.

Apenas 25% das pessoas têm um quarto cone e conseguem ver as cores como elas são. Para comprovar isso, a professora propôs um teste. Quantas nuances de cores você consegue contar na imagem?

Confira os resultados aqui:


Se você enxerga menos de 20 cores: dicromata

O indivíduo com essa característica possui apenas dois tipos de cones. 25% da população é dicromata.

Se você vê entre 20 e 32 cores: tricomata

Nesta condição a pessoa detém três tipos de cones (púrpura/azul, verde e vermelha). 50% da população é tricromata

Se você vê entre 33 e 39 cores: quadricromata

A pessoa possui quatro tipo de contes (púrpura/azul, verde, vermelho mais e amarela). 25% da população é quadricromata.

Você ainda pode fazer esse outro teste, que é bem mais preciso então tenha paciência para fazê-lo, não é por tempo então observe bem as cores.

http://www.xrite.com/custom_page.aspx?pageid=77&lang=en

Para fazer o teste basta ir movendo os quadradinhos do meio de forma que a barra fique com uma cor homogênea (tipo arco-íris). faça isso nas 4 barras de e clique "score test" para conferir seu resultado. Os quadrinhos do canto são fixos, encoste nele a cor que mais se assemelha a ele. Um monitor com boa definição ajuda neste teste.


Outro teste muito bom também é este, basta clicar na cor diferente.
http://wvw.igame.com/eye-test


Porém há ainda o tetracromata.

Vamos por partes, se você não for daltônico você vai conseguir enxergar com facilidade os números em cada um dos círculos abaixo:





Caso não pode ver você tem algum grau de daltonismo.

Para entender melhor como vê uma pessoa daltônica as imagens abaixo lhe darão alguma ideia:



Veja que são vários tipos de daltonismo.




Então se você não conseguiu ver os números nos círculos você tem algum grau de daltonismo e seria bom procurar um oftalmologista para identificá-lo e saber como isso pode afetar sua vida.


Agora vamos a parte mais interessante, o tetracromata.

Temos o dicromata, o tricromata, o quadricoramata e o mítico tetracromata, que são pessoas que teriam um cone a mais de cores (4, enquanto as pessoas normais possuem 3) e então veem cores que as pessoas normais não enxergam.

Como eu não sou uma pessoa tetracromata eu não sei se esse teste é verdadeiro.

Dê uma olhada neste tópico para saber mais sobre isto.

TETRACROMATISMO

Para os tetracromatas nós que somos os daltônicos.


Confira na imagem abaixo, se você não pode ver as letras no centro dos círculos (ressaltando, não é ilusão de ótica mas sim uma cor diferente) então você não é um tetracromata ou não tem letra mesmo rs, eu não sei, se conseguiu ver alguma coisa me escreva.





Esta é a Concetta Antico, artista que vê outras cores, por exemplo você pode sair na rua com um uniforme todo azul e ela te achar brega por estar todo colorido.












Mas vamos continuar porque ainda tem muita coisa interessante.


Quando você esta na rua naquele sol quente e entra dentro de casa tudo esta mais escuro certo?

O Mesmo acontece ao contrário, quando você esta em um ambiente fechado ao sai na rua ou acenderem as luzes a claridade incomoda nossos olhos.

Isso acontece porque nossa pupia abre e fecha de acordo com a claridade para que possamos nos adaptar melhor ao ambiente, por exemplo em um lugar escuro nossa pupila dilata permitindo entrar maior claridade captando o pouco de luz que tem no ambiente.


O interessante é que isso não acontece apenas de acordo com a iluminação do ambiente ou mesmo com as cores preto e branco. Com as demais cores do arco-iris acontece a mesma coisa.


Vamos por parte.


Você já deve conhecer essa imagem que resulta em uma ilusão de ótica, se você olhar para ela fixamente por uns 20 segundos ou mais, ao olhar para uma parede branca verá o oposto das cores desta imagem revelando um suposto rosto de Jesus.






Isto acontece porque seu olho tenta se adaptar ao escuro e claro ao mesmo tempo, cada parte do olho procura se adequar o parte da imagem que esta focando, por isso tem que olha fixamente.


Então não é apenas um lance de abrir em fechar das pupilas, há algo mais e isto se repete inclusive com as cores, o que é muito mais surpreendente.


Toda cor tem seu oposto, tipo, pegue qualquer imagem e use um editor de imagem para ver o negativo dela e ali estarão as cores contrária, como o preto é do branco, o azul pode ser do vermelho.


Então se você da mesma forma que fez com essa imagem de "Jesus" focar por alguns segundos na imagem das cores negativas e depois olhar para a mesma imagem só que em preto e branco, como seu olho ficou buscando a cor contrária você vera a imagem colorida.


No teste fica mais fácil de entender, vamos lá:

Nos gifs abaixo fixe o olhar no pontinho preto no centro e aguarde até mudar. (espere carregar)

(Caso não consiga visualizar a imagem clique no link)



(Caso não consiga visualizar a imagem clique no link)



Muuuuito legal não?



Bem agora que você já sabe que seu olho não apenas procura o branco (claro) em lugares pretos (escuros) e vice-versa, mas também procura as cores opostas, ainda tem muito mais curiosidades sobre nossa visão das cores.


Esse fato de nossa visão procurar a cor oposta ajuda as pessoas a distinguirem melhor as tonalidade também caso passem muito tempo em um ambiente de uma cor homogênea, como os esquimós que vivem na neve, eles podem ver vários tons de branco.

Um índio que vive na floresta talvez veja muito mais tons de verdes do que nós.

Neste processo de procurar a cor contrária, a cor que estamos vendo pode acabar sendo anulada também.

Vejamos, foque a atenção na cruz no centro da imagem abaixo, verá que os círculos lilases em torno irão desaparecer:




Agora vejamos o efeito da cor contrária neste gif que cria a ilusão de ótica de uma bolinha verde girando.



(Caso não consiga visualizar a imagem clique no link)




Parece mágica não? Tem mais:
Fixe o olhar na imagem abaixo e verá as cores sumindo e tudo vai ficar branco.


É como meditar, você relaxa e limpa a mente dos pensamentos e tudo fica tranquilo e sereno o/


Isso tem explicação científica, de acordo com físicos quânticos nós não enxergamos as cores mas sim ondas eletromagnéticas que produzem um efeito em nosso olho, ou seja, as cores estão em nossos olhos e não nas coisas que emitem apenas vibração, por isso cada pessoa pode enxergar cores diferente ou até um mundo diferente.


Com isso a mesma cor pode parecer diferente de acordo com o lugar que você a coloca, de acordo com a vibração de seus vizinhos ela emitirá outra vibração e mudará confundindo sua percepção de realidade, veja:


No cubo você tem a impressão que encima o quadrinho do meio é marrom e na lateral o quadrinho do meio é laranja certo?





Então vejamos novamente:




A cor é a mesma, muda a vibração de acordo com seus vizinhos mudando a realidade instantaneamente.


E aqui consegue perceber que os dois olhos são cinzas?






É como se tivéssemos uma palheta de cores em nossos olhos e eles vão pintando o mundo de acordo com as vibrações que recebem. Então a pessoa tetracromata pode distinguir maiores vibrações, mais ondas eletromagnéticas que uma pessoa comum.


Digamos que teríamos que atualizar nosso software para que ele contenha essa novas cores e ai ao receber a vibração exterior ela possa pintá-la mais de acordo, possa decodificá-la.



E isto nos leva a outro fator também muito interessante:


Sinestesia


Se é a vibração que produz as cores, cada forma possuiu uma vibração específica.


Por exemplo cada letra tem uma forma e logo cada letra pode ter uma cor, e tem, acredite, as pessoas que podem ver a cor nas formas são conhecidas como sinestésicas.

E não é apenas isso, elas também podem ouvir sons, a musica pode ter cor, cada nota, etc., mas vamos nos focar nas cores.



Se alguma delas estiverem lendo este tópico ela vê as letras todas coloridas.


Um teste simples para ver se uma pessoa é sinestética é este, quem é bate o olho e já consegue achar todos os "dois" camuflados entre os "cincos".




Nós normais vemos como na imagem da esquerda e um sinestético vê a da direita, ai fica fácil não?

É um dom incrível.

Vocês gostaram deste tópico todo colorido e cheio de curiosidades? Deixe seu comentário, compartilhe com seus amigos.


Tudo no mundo é vibração e sabemos que a vibração positiva nos irá revelar um mundo muito mais bonito.


Que o seu seja muito colorido!